Arquivo da tag: sensacional

As Crônicas de Gelo e Fogo – Livro Um

Boa tarde, gente! Tudo bem?

Eu to aqui hoje pra falar do primeiro livro da série: As Crônicas de Gelo e fogo, “A Guerra dos Tronos”.

Bom, qual é a história do livro?

Grande parte da história desse livro se passa em uma ilha, Westeros, num contexto histórico que se assemelha à época Medieval, pois é comandada por um rei central e possui senhores de outras regiões, todos seguindo as leis do reino e do rei. Tanto a capital do reino (Porto Real) quanto as outras regiões, são comandadas por famílias tradicionais, que são amigas ou de grande influência na guerra que deu ao rei Robert Baratheon o poder de governar Westeros.

Neste primeiro livro, conhecemos muito a família Stark, cujo patriarca é Eddard (Ned), amigo de longa data do Rei Robert, e lutou ao seu lado. Essa família vive no Norte da ilha, tornando assim, Eddard o Senhor do Norte.

O Rei Robert é casado com Cersei, da casa Lannister, e tem três filhos: Joffrey Baratheon, Myrcella Baratheon e Tommen Baratheon.

O Lorde Eddard Stark é casado com Catelyn, da casa Tully, e tem seis filhos: Robb Stark, Sansa Stark, Arya Stark, Brandon Stark, Rickon Stark e Jon Snow (um filho bastardo).

Quando Lorde Eddard Stark aceita a posição de Mão do Rei, oferecida por Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em tragédias. Stark aceitou o título porque desconfia que o antigo dono do posto fora assassinado pela rainha Cersei, da casa Lannister. Ao aceitar o posto, sua intenção é proteger Robert, não só como seu rei, mas como seu amigo. No decorrer da história, Eddard faz poucos amigos e muitos inimigos. Ao se ver sozinho na corte, Eddard Stark percebe que não somente o rei está em perigo, mas também ele e sua família.

(texto feito pela minha pessoa, baseado na orelha do livro).

Eu comecei a ler o livro porque dois amigos meus me falaram muito bem dele e da história. Quando fui comprar, considerei levar um desses boxes que fizeram, sabe? Mas como fiquei com medo de não gostar, acabei por decidir comprar de um em um.

Ta, começando minha opinião à partir da estrutura do livro:

Quando eu disse ali em cima que conhecemos muito a família Stark nesse primeiro livro, é porque o autor George R.R. Martin, optou por um tipo de escrita que eu tinha visto antes em sagas do Rick Riordan (autor de Percy Jackson e os Olimpianos, As Crônicas dos Kane, Heróis do Olimpo, entre outros). Agora você me pergunta: Qual é?

Você não tem uma visão onisciente da história (ou estilo Harry Potter: com foco em uma personagem), tudo o que você sabe, sabe do ponto de vista de uma personagem. Cada capítulo é narrada por uma delas e eventualmente duas estarão contracenando, então saberá os dois lados. Temos no estilo de Rick Riordan o seguinte: ele tem uma ordem de narração, por exemplo: Capítulo 1 – Sadie, Capítulo 2 – Carter, 3 – Sadie, 4 – Carter e assim por diante. Uma coisa que me encantou nesse autor em relação aos livros de Riordan, é que ele não segue uma ordem de narração; ou seja, você pode ler um capiítulo do Eddard em um momento no início do livro e somente no final do ele aparece narrando novamente, por exemplo. Eu realmente gosto muito disso, já que deixa a leitura mais dinâmica e deixa você mais ansioso pra terminar o capítulo em que você está, pra saber de quem é o próximo e o que vai acontecer com aquela personagem.

Nesse livro, a maior parte dos narradores é da família Stark, fazendo com que tenhamos mais afinidade com essa Casa em relação às outras.

Até aí tudo bem, mas nesse primeiro livro, temos um grande problema:

Escutamos muito bem da história quando alguém nos conta, ficamos encantados ao ver a série, MANZ, quando chegamos ao livro, vemos aquela bíblia, e ficamos um tanto desanimados em começar a ler. E quando eu te disser o seguinte, pode ficar mais desanimador ainda: é só depois da página 100 mais ou menos que a história do livro começa a ficar boa. Não muito tempo depois que Eddard sai do Norte (Winterfell) e vai para Porto Real

No seriado da HBO eles enxugaram a história o colocaram exclusivamente o melhor de cada parte, sem ficar muito maçante; só que no livro não tem como fazer isso, então esse comecinho da história é mais chato, quando vc está sendo contextualizado com as personagens e seus entornos, suas personalidades e o tempo em que vivem. Isso tudo mais o estilo de escrita dele que dá um tanto de sono, você demora horrores a chegar na parte em que o livro começa a ficar melhor.

Em compensação, quando chega lá, o livro fica MUITO rápido, e quando você menos espera já está no dois.

George R.R. Martin faz com que você passe de amor para ódio por uma personagem muito rápido, e, definitivamente faz com que você o odeie de formas inemagináveis, por que sim, ele mata sua personagem favorita sem escrúpulos e sem nenhum aviso. Em outros casos, você consegue amá-lo muito por matar aquela personagem que você odeia.

Antes d’As Crônicas de Gelo e fogo eu não tinha lido uma saga que não fosse infanto-juvenil, então foi um certo baque passar da morte do Dobby (elfo doméstico de Harry Potter [mal pelo spoiler, caso alguém ainda não tenha lido/visto]) para a morte de mais de uma personagem que eu gostava, MAIS do nada que a morte da Hedwig, coruja do Harry Potter.

É definitivamente uma leitura densa, lotada de informações, cheia de aventuras, suspense, romance, ódio e um mar de desenrolares diferentes do esperado pelo leitor.

Eu recomendo muito a leitura desse primeiro livro, pra vocês terem uma ideia do que eu estou falando e pra vocês saberem se vão gostar da história ou não.

NÃO aconselho de forma alguma começar a ver pela série, por causa de algumas diferenças substanciais que acabam cortando algumas partes essenciais do livro. E por não ser muito detalhado, você acaba defasado em algumas informações caso vá ler o segundo livro tendo visto a primeirta temporada somente, ou no terceiro tendo visto somente as duas primeiras temporadas.

Após ter demorado um pouquinho a entender, eu REALMENTE vi que os livros são uma coisa e a série de televisão é outra com inclusive fãs diferentes. Então é por isso que eu aconselho: leia o livro primeiro, pra saber se você vai gostar do mundo que ele criou antes de sair ligando a tv/computador pra ver a série.

Logo ponho mais postagens sobre os outros livros da série.

Espero que tenham gostado do meu post e leiam o livro!

Alguém já leu? Comenta o que achou!

Beijos

Carol 😉

 

Anúncios